quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Livro: A Cidade do Sol

Eu PRECISAVA falar deste livro aqui... Sério. Sabe aquele livro que você TEM QUE LER na sua vida? Então....

Como falei no post anterior, em meados de 2005, 2006 "O caçador de pipas" estava em seu auge. Apesar dele ter sido publicado em 2003, só tomei conhecimento nesta época.

Até que resolvi comprar o livro um ou dois anos depois e nossa: CHOREI LITROS. A história é linda e triste. Sobre amizade e culpa. Se passa no Afeganistão e não tem quem não se comova. A linguagem é fácil, mas a leitura é carregada de detalhes, eu diria até que um pouco depressivos (no bom sentido).

Enfim, O Caçador de Pipas é um livro lindo, lindo mesmo, emocionante, do tipo que você vai se sentir mais feliz por um dia ter tido contato com esta leitura.

Resenha Livro A Cidade do Sol

Agora vou falar do meu livro preferido para todo SEMPRE. Sim, de tudo que já li até hoje este é o número um dos números uns: A Cidade do Sol.

Cá estava eu lendo o livro O Caçador de Pipas, em minha aula de Introdução a Filosofia, quando meu professor percebe minha total desatenção na aula e total atenção no livro...rs. Ao invés de reclamar que eu não estava prestando atenção na aula dele, ele simplesmente me pergunta se eu já havia lido "A Cidade do sol". E ainda diz: _Lê, você vai gostar, vai chorar um pouquinho...

Acho que chorei um poucão! rs.

A história não tem muito a ver com a do Caçador de Pipas, mas se passa num cenário similar e também é um ode a amizade verdadeira.

O curioso é que são duas histórias paralelas que se encontram no meio do livro. Lembro que meu pai leu este livro e quando chegou na metade do livro ficou meio sem entender, aí expliquei isto pra ele. Por certo hora você até acha que está meio sem sentido, mas depois começa a entender.

Mariam tem 33 anos. Sua mãe morreu quando ela tinha 15 anos e Jalil, o homem que deveria ser seu pai, a deu em casamento a Rashid, um sapateiro de 45 anos. Ela sempre soube que seu destino era servir seu marido e dar-lhe muitos filhos. Mas as pessoas não controlam seus destinos.Laila tem 14 anos. É filha de um professor que sempre lhe diz: "Você pode ser tudo o que quiser." Ela vai à escola todos os dias, é considerada uma das melhores alunas do colégio e sempre soube que seu destino era muito maior do que casar e ter filhos. Mas as pessoas não controlam seus destinos. Confrontadas pela história, o que parecia impossível acontece: Mariam e Laila se encontram.

Gente, juro pra vocês, só de escrever este post eu já estou com lágrimas nos olhos... rs.

A Cidade do sol com certeza é meu livro preferido e para quem é religioso, talvez veja até além do que é escrito, é realmente comovente.

Beijos, Thainá.

2 comentários:

  1. Eu já li O Caçador de Pipas, e realmente é um livro encantador!
    A Cidade do Sol está no meu caderninho de promessas de livros que preciso ler este ano rs

    ResponderExcluir

Mensagens mal educadas não serão aceitas *