sábado, 22 de junho de 2013

Resumo dos últimos dias

Ontem fiz duas semanas na casa da minha Host Family. Quando eu cheguei aqui, morta de cansaço, nunca mais irei esquecer deste dia. Eu querendo ser simpática, pois minha host mother e minha kid mais velha foram comigo, embora estivesse muito, muito, muito cansada e morrendo de vontade de tomar banho... rs. Quando cheguei no quarto pra tomar banho, a banheira estava entupida. Foda-se, fui tomar banho assim mesmo, estava desesperada... rs.

No dia seguinte ela me mostrou como era o serviço na casa e bateu um desespero. Era informação DEMAIS. Eu fiquei perdida. Não conseguia entender tudo... não por causa do inglês (isto pelo menos eu entendi legal), mas como ela queria as coisas arrumadas mesmo.
Hoje que tem duas semanas que estou aqui, minha vontade de sair correndo diminuiu e muito. No primeiro dia me senti tão perdida, tão inadequada e este local, que queria voltar pro Brasil. Agora não.


Esta adaptação é difícil. Eu não entendia como algumas pessoas diziam pra mim que não tinham coragem de sair do Brasil. Sim, eu achava que era a coisa mais fácil do mundo... rs. Mas não é. Aqui a gente está só. Eu dei sorte de ter conhecido uma pessoa muito bacana perto de onde moro, e ela tem me feito companhia, me apresentou Denver e tudo mais.

Outra coisa que passei a compreender é a dificuldade que algumas Au pairs tem em economizar dinheiro aqui. Talvez quem esteja lendo isto ache que estou dizendo isto possuída por algum espírito consumista, mas não é disto que estou falando. Acontece que a solidão é grande, e você MORA no seu trabalho, então, qualquer folguinha você quer sair de casa, e isto quase sempre é pago. Você paga gasolina, um lanche, um jantar... enfim...

Ontem uma amiga que conheci no treinamento me disse que vai passar o aniversário dela no Brasil, no final do ano. Vocês acreditam que até sonhei com isto? kkkk sonhei que ia passar uns dias no Brasil e chegando lá, ninguém demonstrava ter sentido falta de mim... kkk bobeira né... Eu não tenho coragem de passar dias no Brasil, pois tenho medo de ir e não querer mais voltar pros EUA... rs. O curioso que eu sempre achei que quando eu chegasse aqui, eu não ia querer voltar nunca mais pro Brasil, e agora acho o contrário. Não sei se é porque são os primeiros dias... enfim.

Eu cheguei a questionar minha capacidade. Uma outra amiga que fez treinamento comigo disse que a kid dela estava demorando a se adaptar a ela e por momentos ela pensou se isto realmente era pra ela. Nossa, definiu exatamente o que senti nos primeiros dias. Mas agora minhas kids já se adaptaram a mim... tenho quase certeza disto.

Outra coisa que aconteceu que me deixou de coração balançado foi este momento que o Brasil tem vivido de protestos. Um dos motivos de eu ter vindo pra cá foi a eterna insatisfação com meu país, principalmente no quesito profissional/ salarial. Não sou anti-Brasil, mas ficava puta com várias situações lá, e discordo de muita coisa inserida em nossa cultura. Vir para os EUA sempre esteve em meus planos, não somente a passeio, mas sim pra morar. Sempre temos aquela ilusão de que aqui a vida é mais fácil. E pra ser sincera, em muitos aspectos é. Mas agora o Brasil vivendo este momento, e o coração renascendo esperança de mudanças e melhorias, a vontade de voltar correndo ainda permanece, mas talvez, mais amena... rs. E fora a sensação de impotência diante disto tudo, que ao que me parece, tem sido bem grandioso.

Beijos, Thainá.

6 comentários:

  1. Eh Nana... os primeiros dias são tensos, na vdd ainda hj em dia pra mim tem vontade de voltar pra o BR, mas a gente vai conseguir, eu sei!

    Parabéns pelas primeiras duas semanas rs

    bjooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Ary... pelo menos vejo que não aconteceu só comigo... tamo junta!!! ;)

      Excluir
  2. Oi Tainá! Adorei o seu blog! Obrigada por compartilhar a experiência com a gente. Logo, logo estarei passando por essas coisas, é bom ter pessoas para compartilhar sobre. beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Janaina, obrigada você pelo apoio... beijinhos, e boa sorte

      Excluir
  3. Oi!! acompanho vc pelo youtube, e agora te descobri aqui, hehe. Vida de aupair é mucho loca né? se Deus quiser ano que vem sou eu relatando tudo. bjinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sim, montanha russa de emoções...rs... beijinhos! boa sorte com o processo

      Excluir

Mensagens mal educadas não serão aceitas *