quinta-feira, 31 de julho de 2014

Kit/ Jogo de panelas pra iniciantes

Oi pessoal, tudo bem? A postagem de hoje é pra ajudar quem estiver montando enxoval pra se casar ou mesmo ir morar sozinho. Listei alguns tipos de panelas que são essenciais numa casa (pelo menos na casa de quem tem o hábito de cozinhar sempre). Minha mãe que tem muito mais experiência no lar que eu, me ajudou montar tal listinha.

Kit Jogo de panelas pra iniciantes

1) LEITEIRA: Toda casa precisa de uma leiteira, certo? Para esquentar qualquer coisa, sempre é bom ter uma destas em casa e quase todo kit de panelas contém uma leiteira.

2) FRIGIDEIRA: Outro item essencial, pois você precisa dela pra fritar as coisas, e qual prato que você prepara hoje em dia que não leve pelo menos algum item que precise ser frito? Além disto, quase todo kit de panelas também tem.

3) e 4) PANELA DE CABO E CAÇAROLA: Estes tipos de panelas mais comuns pra fazer comida é o que geralmente as pessoas tem em maior quantidade em suas casas. Como quem tem pouca experiência na cozinha não precisa de tantas, acho que duas são fundamentais. Ainda sim, eu comecei com 4 itens (depois falarei de meu jogo).

5) PANELA DE PRESSÃO: Muitas pessoas não adquirem este tipo de panela logo que saem da casa dos pais pois acham que não será necessário. Bem, depende. Eu não gosto muito de feijão, então, se eu morasse sozinha talvez não fosse mesmo, mas meu marido gosta e faz questão de sempre comer, então, pra mim, foi necessário.
Algumas pessoas tem medo de usar este tipo de panela, e realmente, é meio perigoso. Eu também tinha mas vi que não é nenhum bicho de 7 cabeças. Peça ajuda a alguém mais experiente, eu pedi da minha vizinha a primeira vez que cozinhei feijão... rs. Este modelo é de 4,5 litros e eu faço 1/2 kg de feijão nela sempre que vou cozinhar. 

6) CALDEIRÃO: Este tipo de panela não costuma vir nos kits mais básicos e se você notar a minha nem é da mesma linha. Eu uso MUITO pra guardar o feijão. Isto porque o cozinho na panela de pressão e quando faço o tempero, é no caldeirão, antes de misturá-lo ao feijão. Ou seja, eu não deixo o feijão já pronto na panela de pressão, deixo no caldeirão pois é mais prático para se servir na hora da refeição.

O meu kit é o Tramontina Caribe, como o da foto abaixo:


Não acho que seja o melhor kit pois falta algumas panelas essenciais. E vem duas frigideiras, quando somente uma seria ideal. Além disto, a frigideira maior não cabe quase nada :\ Logo, o caldeirão, a panela de pressão e uma das panelas de cabo comum eu adquiri posteriormente. O caldeirão também é da Tramontina, mas de outra linha, nota-se que ele é um pouquinho diferente, mas nada demais. Foi bem carinho, quase R$90,00 :o.
A panela de pressão eu ganhei, ela é da Rochedo e veio com defeito :\ A outra panela de cabo comum eu comprei na feirinha de panelas da Casa & Video e esta sim teve um preço bem justo, cerca de R$35,00.
Além disto ainda comprei uma frigideira depois pois acho esta do kit muito pequena e raza, mas foi uma compra infeliz. Adquiri uma do mesmo tamanho, mas com a lateral mais alta, da marca Marcolar, e achei de qualidade muito inferior. Ela fica "sambando" no fogão, não tem firmeza alguma.

Pra finalizar eu indico panelas de teflon pois são mais fáceis pra limpar. As de alumínio costumam grudar comida e é necessário ariá-las sempre. As de Teflon não. No entanto, é sempre bom dar uma ariadinha no fundo pra evitar ficar amarelado. As panelas de inox acho lindas, mas são mais carinhas, e quando tem tampa de vidro, esquentam demais.

Se optar por panelas de alumínio ou inox saiba que deve passar água quente nelas antes de começar a usar, quando novas, pra evitar que haja liberação do metal. E a respeito das panelas de Teflon, sempre use colheres de pau ou plástico pra mexer os alimentos, assim evitando riscos na panela.

Enfim, espero que tenham gostado das dicas... Beijinhos, Thainá.

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Resumo dos últimos dias...

Olá!
A semana pra mim passou voando, e apesar de sentir que fiz muita coisa, pouco registrei.

Esta semana teve como ponto alto minha inspiração colossal pra fazer faxina e o aniversário de casamento dos meus pais.


Esta semana tem feito muito frio e tem chovido bastante, mas não estou reclamando. Depois do sofrimento que passei neste verão na outra casa que morei, estou dando graças a Deus por dormir debaixo de um edredon. Só é chato que você põe roupa mas ela não seca :(
Estas fotos foram no fim de semana na casa dos meus pais, vendo "Meu Malvado Favorito" e "Alemão". Geralmente baixo estes filmes no Site www.baixandolegal.org e pra quem TV com entrada Usb é uma maravilha... rs.


Na sexta-feira fomos jantar fora num restaurante relativamente novo perto de nossa casa. Este restaurante intimidava um pouco por parecer chique demais, a decoração é linda. Mas os preços são tranquilos e nós comemos picanha, pra variar... rs #Amamos
No sábado ainda cedo fui ao shopping comprar um chip pro meu celular novo pois meu amor tentou cortar o chip para microchip mas não deu certo... rs. Eu estava a uma semana sem linha de celular e Whatsapp, me sentindo meio deslocada deste mundo... rs. Pensei que estaria vazio o shopping pois era fim de mês... Doce ilusão... Estava super cheio devido a liquidação e até pra estacionar foi um martírio :( Enfim, estou habilitada novamente, pelo menos deu tudo certinho.


Ontem, apesar do tempo frio e chuvoso, todos acordaram felizes e animados pro aniversário de casamento dos meus pais. Minha mãe fez uma feijoada, eu um brigadeirão de sobremesa, minha tia, pavê de amendoim e minha irmã pudim de leite. Minha madrinha e minha tia por parte de pai vieram almoçar com a gente e foi legal, apesar de alguma desavença.

Fico feliz por meus pais chegarem ao 30º de casamento e espero aprender muito ainda com eles, especialmente com minha mãe que é um poço de paciência... rs.

Mil beijos, Thainá.

domingo, 27 de julho de 2014

Decoração: Quadros

Oi pessoal, bom dia!
Hoje vim falar de um assunto que até pouco tempo atrás não me interessava muito. Quadros! Pois bem... Cresci frequentando casas onde as pessoas penduravam quadrinhos em suas paredes como se não houvesse amanhã e com isto, não havia harmonia e simetria entre eles. Poluíam o visual da casa. Passei a não curtir quadros nas paredes.

Na minha primeira casa não pendurei nenhum, tirando meu diploma. Depois na casa nova meu marido queria um quadro de fotos. No entanto, por estarmos morando numa casa antiga havia muitos buracos nas paredes que, se fossem cobertos com argamassa, seria necessária uma pintura. Solução: Quadrinhos pra disfarçar buracos... rs. Passei a gostar...


Nestes cômodos acima você pode notar que os quadrinhos deram total diferença, e embora haja muitos, ficaram harmônicos. Acho que medir as linhas e usar molduras similares ajuda muito.


Aqui os quadros ornaram em cor com outros objetos do cômodo, achei lindo, mas cabe ressaltar que quando as pessoas combinam duas cores geralmente não fica tão bom quanto combinar 3 cores em mesmo tom.

Aqui duas tendências: Quadrinhos só a moldura e espelhinhos sem moldura. Apesar que assim gosto mais com estilo vitoriano.


Se você não tem dinheiro pra investir nestas decorações, tudo bem. Eu também não tenho... rs. Mas comprei uns quadrinhos pra somente cobrir as partes onde já haviam buracos na parede e deu uma enorme diferença, ficou com cara de ambiente mais limpo.

Espero que tenham gostado da postagem amigos. Beijos!!! Thainá.

sábado, 26 de julho de 2014

Sobre Temperos Prontos

Oi pessoal, como está o sábado de vocês?
Aqui está bem frio e muito gostoso pra fazer gordices em casa... Na verdade, pra "comer" gordices, porque fazer implica "trabalho" e "louça pra lavar" rs.

Mostrei nesta postagem um tipo de tempero pronto que minha mãe me ensinou e a maioria das donas da casa fazem para usar no dia a dia, de diversas maneiras. Porém, quando me casei ganhei uma caixa cheia de temperos prontos industrializados de um revendedor... Ganhei tanta coisa que não sabia como usar nem por onde começar... Mas de tudo o que mais gostei foram os temperos em forma de "pó".


Eu os uso para temperar bifes de frango e bovino, carnes moída, carnes picadinhas, etc. Não é tão versátil nem tão saudável quanto o caseiro, mas ajuda muito no dia a dia. Se comer todos os dias, corre o risco de enjoar, mas eu tento sempre variar.

Hoje pretendo fazer uma panqueca de carne moída pra jantar, mas ainda não sei... rs.

Sei que temperos prontos não são bons pra saúde mas se usados com moderação, podem ser ótimos aliados na culinária. Alguns você pode usar complementando temperos naturais, que sendo em maiores quantidades são mais adequados.

Enfim, temperos prontos não fazem mal a saúde, os excessos que fazem.

Beijinhos, Thainá.

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Receita: Arroz Branco, Simples e Soltinho

Como fazer Arroz Branco Tradicional

Oi pessoal, bom dia!
Hoje vim compartilhar com vocês um meio de fazer aquele arroz simpleszinho, caseiro e soltinho. Pra quem está começando, é a receita ideal.

Ingredientes:
  • 2 xíc. de arroz branco lavado e cru
  • 1 col. de sopa de óleo de soja
  • 3 dentes de alho picado e magoado/ espremido
  • 1/2 cebola pequena picadinha
  • Sal a gosto

Modo de Preparo:
  • Esquente numa panela o óleo de soja;
  • Refogue o alho e a cebola ao mesmo tempo, até dourar levemente;
  • Adicione o arroz cru e mexa bem
  • Adicione o sal
  • Cubra com água por até um dedo acima da "linha" do arroz;
  • Deixe cozinhar em fogo baixo;
  • Deixe a água secar e apague o fogo

Acompanhe o passo a passo abaixo no vídeo:



Qualquer dúvida use os comentários. Espero que curtam o vídeo... beijinhos, tenham uma ótima quarta :)

Se você gostou do vídeo, inscreva-se no nosso canal!!

terça-feira, 22 de julho de 2014

Bê a bá dos TEMPEROS: alho, cebola e sal

Oi pessoal, bom dia!

Este post de hoje resolvi escrever baseado numa situação que eu mesma vivi. Quando morava com meus pais quase nunca fazia comida, e só fazia algo pra situações específicas, tipo, uma sobremesa no domingo, um bolo pro aniversário de alguém, etc.

Com isto, quando saí de casa não tinha muita noção de como fazer comida do dia a dia, refeição. Eu notei que em tudo que minha mãe fazia, ela usava uma mistura como tempero. Esta mistura nada mais é do que cebola + alho + sal. Fui aí que me dei conta de que estes são os temperos mais usados na cozinha brasileira. Posso estar falando algo óbvio pra nós, donas de casa, mas pra quem nunca chegou perto de um fogão... Também notei que foi por isto que não me adaptei a culinária americana quando morei por lá, eles não costumam usar estes temperos e usam bastante pimenta.

Entenda sobre temperos

Mas voltando ao alho, à cebola e ao sal, minha mãe me ensinou a triturá-los num multiprocessador e guardar na geladeira. Isto torna nossa vida mais prática no dia a dia. Já tentei triturá-los com mixer e com liquidificador, mas não deu certo. Algumas pessoas adicionam a esta mistura óleo. Eu não curto :\ Até porque esta mistura é pra ser conservada na geladeira e não estraga, dura MESES. O sal não é dispensável pois ele que faz durar tanto tempo sem estragar.

Entenda sobre Temperos pra iniciantes

Minha mãe coloca pra triturar bem miudinho, e eu já preferi um pouquinho maior, mas ambos ficam com consistência meio líquida. Nós usamos pra fazer arroz, feijão, carnes e até no churrasco (coxinhas de galinha, por exemplo).

Você deve usar a mesma medida em gramas ou kg dos três ingredientes, ou seja, se usar 500g de cebola, deverá usar 500g de alho e 500g de sal.

Espero que tenham gostado da dica. Beijinhos, Thainá :)

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Resumo da última semana

Olá pessoal, tudo bem? Hoje trouxe aqui alguns momentos desta semana que se passou...


Dia destes foi "Dia da Pizza" e eu resolvi fazer uma de sardinha pois estou VI-CI-A-DA. Nunca fui muito fã de pizza de sardinha, mas um dia a meses atrás fui fazer uma pro meu marido e pra família dele e eles disseram que tinha sido a melhor pizza que eles comeram na vida. Eu também gostei muito e me perguntei porque tinha ficado tão boa em relação a outras que eu já tinha provado. Notei que usei mais molho de tomate e mais sardinha que a maioria das pessoas usa. Depois disso comecei a fazer e outras pessoas provaram sempre elogiando. Enfim, virou minha especialidade... kkkkk.
Nesta mesma semana fiz algo que eu estava a fim de comer a tempos: Estrogonofe de frango. Ficou muito bom!!


Na mesma semana quem atacou de cozinheiro foi meu amor. Ele cismou que queria fazer feijão e fez. Ficou uma delícia e curiosamente foi a primeira vez dele preparando. Arrasou mozi. Ainda ganhei uma caixinha deste bombom maravilhoso, Rafaello. Ruim que acaba muito rápido...rs.


Na quarta, se não me engano, eu estava assistindo o filme "2 Coelhos" quando acabou a luz. A cia. de energia elétrica havia avisado que teria manutenção, ficamos o dia inteiro sem luz... #Tenso. Comprei uma capa pra máquina de lavar e veio sem a parte de cima, tive que trocar #Tenso2


Na sexta foi minha ultima aula no curso e esperei que o pessoal estivesse todo nervoso, mas até que não. Na segunda foto uma visita da Gaby, minha vizinha, aqui em casa... Gente, vocês precisam ver como ela é doce... Agora tem mania de me chamar de "titia"... um amor <3 *.*


No final da semana comentei com meus pais que meu celular estava ruim e minha mão "ofereceu" este aparelho pra mim sarcasticamente... rs. No sábado meu amor me surpreendeu me dando um novo aparelho muito melhor!! Te amo paixão, foi presente de aniversário... rs.

Ontem fui fazer uma prova e ele foi comigo de companhia. Depois almoçamos no Boteco do Manolo e matamos nossa vontade de comer picanha ... Foi muito bom! Enfim... esta foi minha semana.

E como foi a semana de vocês? Beijinhos, Thainá.

terça-feira, 15 de julho de 2014

Sobre Inclusão e Educação Especial

No post de hoje vim compartilhar um pouco o que sei sobre Inclusão da pessoa com deficiência e Educação Especial.

A Inclusão é um conceito revolucionário, ou seja, provocou grandes mudanças. A pessoa com deficiência era excluída socialmente no passado. Geralmente elas enfrentam barreiras físicas (arquitetônicas) e barreiras sociais (preconceito) graças a conceitos não-inclusivistas.
As deficiências podem ser temporárias ou permanentes. A inclusão objetiva a inteiração do incapacitado no meio em que vive, com autonomia e dignidade.
Políticas públicas são Ações que levam benefícios as pessoas. A Política Nacional de Educação Especial na perspectiva da Educação Inclusiva no Brasil leva o incapacitado a agir e interagir com autonomia e dignidade no meio em que vivem.

A Educação especial se organizou tradicionalmente como Atendimento Educacional Especializado (AEE) substitutivo ao ensino comum. Este movimento não é exclusivamente Brasileiro. Seus conceitos são:
Alteridade: Capacidade de se colocar no lugar do outro.
Resiliência: Capacidade de superar obstáculos.
Solidariedade: Identificação com o problema do outro.
Autonomia: Domínio do espaço físico e social (adaptações no espaço para incluir a pessoa com deficiência)
Independência: Capacidade de decisão

A Trajetória da inclusão no Brasil começou com a Integração num cenário antes de exclusão. Daí migrou para a Integração, onde havia aceitação da pessoa com deficiência, mas não havia adaptação social para recebe-la. A Inclusão é o que vivemos hoje em dia, cenário em que há adaptação para receber os portadores de deficiência.




Educação Especial:

No Brasil, as redes de ensino são organizadas em Educação Básica (Creche - Pré Escola - Ensino Fundamental - Ensino Médio) e Educação Superior e é regida pela LBD, Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.
Na égide da Educação Especial podemos observar sua transversalidade. Isto é, perpassar todos os níveis e etapas da Educação Básica e Superior.
A Educação Especial é vista como uma modalidade de ensino oferecida preferencialmente na rede regular de ensino para educandos portadores de necessidades especiais. Ela realiza AEE de forma complementar e/ou suplementar a escolarização aos estudantes de educação especial.

A Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva (2008) é o principal marco na organização do sistema educacional e foi construída em trabalho conjunto com a SEESP e o Ministério da Educação, destacando diversos atores da sociedade, como a família, os governantes, a escola, etc.
Esta política entende a diferença como singularidade.

Linha do tempo:

No Brasil o atendimento a pessoas com deficiência teve inicio com a criação do Imperial Instituto dos Meninos Cegos, em 1854, atual Instituto Benjamin Constant (IBC) e com a criação do Instituto dos Surdos Mudos, em 1857, atual INES (Instituto Nacional de educação de Surdos), no Rio de Janeiro.

Já no início do Séc. XX foi criado o Instituto Pestalozzi, em 1926. Era uma instituição particular especializada no atendimento a pessoas com deficiência mental.

Já em 1945 foi criada a Sociedade Pestalozzi, atendimento educacional especializado as pessoas com super dotação.

Em 1954 foi criada a Apae, Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais.

O Movimento mundial pela educação inclusiva é uma ação política, cultural, social e pedagógica desencadeada em defesa do direito de todos os alunos estarem juntos, aprendendo e participando, sem nenhum tipo de discriminação.

A Convenção sobre os Direitos das Pessoas com deficiência defende que se deve promover, proteger e assegurar o exercício pleno e eqüitativo de todos os direitos humanos e liberdades fundamentais por todas as pessoas com deficiência e promover o respeito pela sua dignidade inerente.
A LDB de 1961 aponta que o direito dos "excepcionais" a educação, deve ocorrer, preferencialmente, dentro do sistema geral de ensino.
Já a LDB de 1971 define tratamento especial para os alunos com deficiências físicas, mentais, os que se encontram em atraso considerável quanto a idade regular de matrícula e os super dotados.
A LDB de 1996 preconiza que os sistemas de ensino devem assegurar aos alunos currículo, métodos e recursos, e organização específicos para atender suas necessidades.

Montoan aponta que o AEE deve estar disponível em todos os níveis de ensino, de preferencia na rede regular, desde a educação infantil até a universidade.

O AEE complementa ou suplementa a formação do aluno, visando sua autonomia na escola e fora dela, constituindo oferta obrigatória pelos sistemas de ensino. É parte integrante do PPP (projeto político pedagógico) e sua matrícula é condicionada à matrícula no ensino regular.

Além de currículos, métodos, técnicas e recursos educativos e organização específica, os sistemas de ensino devem assegurar terminalidade específica para aqueles que não puderem atingir o nível exigido para a conclusão do ensino fundamental em virtude de suas deficiências e aceleração para concluir em menor tempo o programa escolar para os super dotados.

No mercado de trabalho, deve haver articulação com os órgãos oficiais afins para os portadores de deficiência e também aqueles que apresentam uma habilidade superior, para que haja adequadas condições para os que não revelarem capacidade de inserção no mercado competitivo.




Pessoal, sei que esta postagem não tem nada a ver com o que costumo compartilhar aqui, mas eu precisava fazer um resumo desta matéria que estou estudando e todos os créditos são para minhas professoras de Educ. Especial Solange e Suzete.

Beijinhos, Thainá.

segunda-feira, 14 de julho de 2014

Coleção de Papel de Carta

Coleção de Papel de Carta

Bom dia pessoas lindas!
A postagem de hoje é pra mostrar em vídeo minha coleção de papel de carta <3 <3 <3 A tempos atrás fiz esta postagem falando sobre esta coleção e o hábito de colecionar, e sempre que eu compartilho com alguém as pessoas gostam. É gostoso ler sobre este assunto.
Espero que curtam o vídeo. Convido a todos pra se inscreverem no nosso canal do Youtube. Beijinhos, Thainá.

sábado, 12 de julho de 2014

Ideias de Decoração com Paletes (RECICLAGEM)

Oi pessoal, tudo bem? Desde que me mudei fiquei muito vidrada em decoração pois a casa onde estamos morando é bem antiga e tem MUITOS furos na parede. Com isto, fica um visual bem feio e desleixado.

Comecei a comprar quadrinhos e vasinhos de flores de parede pra disfarçar estas imperfeições, sem saber que é possível preencher estes buracos na parede com argamassa... rs. Meu marido me disse que em lojas de materiais de construção vendem saquinhos pequenos de argamassa e você só pinta a parede por cima depois...

Mas o assunto não é este. Depois de ver uma mesinha feita de paletes no Youtube, vi que esta peça é muito versátil e pode ser usada em várias coisas na decoração.

Ideias de Decoração com Paletes (RECICLAGEM)

Ideias de Decoração com Paletes (RECICLAGEM)

As peças que mais gostei foram as que ornam flores. E você pode usar colorida ou na cor na natural, a peça fica uma gracinha, dá charme ao local.

Mas não se limita a "porta-flores". As paletes são usadas em outras funções. Abaixo, uma cabeceira de cama e um quadrinho.

Ideias de Decoração com Paletes (RECICLAGEM)

Eu comecei  a observar a utilidade desta peça quando vi mesinhas. Com pezinhos e um tampo por cima fica a coisa mais linda, dá asas a sua criatividade.

Ideias de Decoração com Paletes (RECICLAGEM)

Espero que gostem das sugestões. Todas as imagens eu achei no Google imagens. Quem souber dos autores, comente pra eu anexar os créditos.

Beijinhos, Thainá.

sexta-feira, 11 de julho de 2014

Receita: Pudim de Leite Condensado

Hoje decidi compartilhar com vocês uma receita que sempre faço de sobremesa e todo mundo gosta, aquele pudim bem simpleszinho que toda mãe ou avó já fez... rs.

Receita tradicional de Pudim de Leite Condensado

Esta receita é muito famosa e muito fácil, mas vou entender que estou compartilhando com pessoas que não tem experiência na cozinha e explicar um passo a passo bem detalhado.

Ingredientes:
  • 3 ovos
  • Uma caixinha ou lata de Leite Condensado
  • Um copo (200ml) de leite integral
  • Uma garrafa pequena (ou metade de uma grande) de Leite de Coco (opcional)
  • Uma xícara de açúcar e 1/2 xíc. de água pra untar a forma (caramelizar)

Modo de Preparo:
  • Comece esquentando no fogão o açúcar com a água até formar um caramelo. Cuidado para não queimar;
  • É comum o açúcar ficar cheio de gruminhos: você tem que me mexer até derreter estes grumos.
  • Os outros ingredientes você baterá num liquidificador ou batedeira, e colocar na forma de pudim já "untado" pelo caramelo e endurecido;
  • Leve ao forno em banho-maria (banho maria é cozimento indireto dentro de uma outra fôrma com água) por aproximadamente 1:10h. Eu asso em fogo médio pra alto.
  • Quando retirar do fogão, pode levar a fôrma à geladeira, mas deixe esfriar um pouco. Eu deixo na geladeira por cerca de 4h pra ficar bem geladinho. Fica muito gostoso, o toque especial fica por conta do leite de coco, que é opcional (não faz parte da receita tradicional).

OBS: Colocar uma colher de sopa de essência de baunilha ajuda a remover qualquer resquício de cheiro de ovo.

Espero que tenham gostado pessoal. Ajudem a divulgar curtindo e comentando na postagem, assim poderei sempre dividir dicas legais com vocês. Beijinhos, Thainá.

domingo, 6 de julho de 2014

Fotos aleatórias dos últimos tempos...

Olá pessoas, beleza? Como foi o fim de semana de vocês? Espero que tudo bem... hoje posto algumas fotos dos últimos tempos.. rs.


Este dia foi na casa da minha madrinha, aniversário dela dia 21 de abril. Adoro estar com este pessoal da minha família, são da parte da minha mãezinha e sempre me divirto, mas neste dia fomos embora cedo, ela estava se sentindo mal.

No dia 23 foi feriado de São Jorge na cidade e eu e meu amor fizemos nosso primeiro churrasco, com ajudinha básica dos meus pais. Foi ótimo, estava tudo uma delícia e ainda fiz pudim de leite condensado com coco... rs.


A primeira foto foi no aniversário de minha avó. A melhor parte é a carinha da Gaby na foto.. kkkk. A segunda foi num aniversário de 15 anos que fui com meu pai e meu amor. Eu jamais esperei que meu pai fosse, mas em cima da hora ele decidiu ir e foi ótimoooo!!!

A terceira foto foi na Mocidade. A gente foi pra assistir o show do Jorge Aragão, mas chegando lá estava tão cheio que nem pudemos entrar. Foi bom pois fomos ao Adega Aldeias e eu finalmente pude conhecer o famoso bolinho de bacalhau, embora eu não goste de bacalhau...rs.

A foto do canto esquerdo foi num jogo da Argentina que assistimos aqui em casa, fizemos outro churrasquinho e foi tudo de bom <3


E pra finalizar foto de hoje com minha família e a família do meu amor, que finalmente vieram conhecer nossa casa. Meu pai fez copa lombo no bafo e foi muito divertido!!

Beijinhos, ótima semana a todos!

sexta-feira, 4 de julho de 2014

Orientação do blog, comentários e redes sociais

Oi pessoal, bom dia! Ao acordar diante de uma sexta-feira linda, resolvi postar mais uma vez. 

Primeiramente quero dizer que dei uma organizada nos comentários do blog. Respondi tudo que pude e pretendo manter assim. Bem, como alguns sabem também tenho um canal no Youtube que serve de "ponte" a este blog. Eu bem poderia postar vídeos por aqui, mas lá, além de me possibilitar mais divulgação daqui, não ocupa espaço do meu armazenamento da conta do Google.
Lá o movimento é maior do que aqui (a respeito de comentários). Mas peço que sempre que tiverem dúvidas comentem por aqui, pois aqui com certeza será respondido, lá eu fico meio perdida.
Fora que tem coisas que não podem ser ditas em vídeos, fica mais organizado escrito, logo, o conteúdo daqui é completo.

Diante disto resolvi desativar os comentários por lá, mas isto dá um certo trabalhinho, pois vincularei cada vídeo a cada post aqui do blog, logo, tenho que desativar vídeo por vídeo e anexar a descrição do vídeo um link para cá.

Enfim...
Por enquanto as redes sociais do Blog são o Google+ e o Youtube. Quem quiser seguir, será bem vindo e estará sempre atualizado com as novidades do blog :) No Youtube, se inscreva no canal e acompanhe tudo de pertinho :)

O blog não tem Fanpage nem Instagram (já tive e não gostei). Mas vocês podem me seguir no meu perfil pessoal do Facebook, tudo relativo ao blog postarei como público ;)

Pretendo compartilhar aqui no blog dicas domésticas, DIY, artesanato, dicas no geral de beleza e higiene, saúde, coisas que acho interessante, enfim, tudão!! rs

Beijinhos, Thainá!

terça-feira, 1 de julho de 2014

Amor a vida doméstica

Olá, tudo bom? O post de hoje é uma mistura de desabafo com atualização.
Quando voltei dos EUA estava triste pelos meus planos terem dado errado, mas ao mesmo tempo feliz de ter ido morar com meu namorado. Finalmente eu ia ter minha casinha e mandar e desmandar no que eu quiser... rs. O triste foi a dificuldade em arrumar emprego. No início talvez eu não tenha me esforçado tanto, mas depois corri atrás e ainda sim estou desempregada.
Neste meio tempo aprendi a cuidar de uma casa, mas isto não foi grande dificuldade pra mim pois quando eu morava com meus pais, minha mãe sempre colocou eu e minha irmã pra ajudá-la.
No entanto, em minha própria casa pude ver que cuidar de uma casa não inclui somente limpeza, mas toda uma organização, principalmente financeira.
Meu marido deixa em minhas mãos esta tarefa e eu descobri um verdadeiro amor por isto.

Quando eu era mais nova, adolescente, sempre fui desorganizada com tudo, mas aos 18 anos, quando entrei na faculdade, mudei radicalmente meu jeito de ser. Num dia acordei e joguei metade de minhas coisas foras, adotei um método de anotações e com isto me tornei uma pessoa bem organizada. Com o tempo até exagerei em algumas coisas, confesso. Meus familiares e meu marido se incomodam certas vezes e dizem que tenho TOC, mas fiquei assim também por uma questão de responsabilidade. E não considero que eu tenha TOC pois eu não posso dizer que 100% da minha vida é organizada...

Quando eu tinha 12 anos tive aulas de Educação para o lar na escola onde eu estudava e eu detestava... Hoje em dia eu daria tudo pra poder fazer aulas assim novamente. Eu passei a amar esta vida doméstica e fico mais feliz dentro de casa do que fora dela. Acontece que certa vez li que "Antes de você querer mudar o mundo, dê 3 voltas na sua casa" e meio que adotei isto como lema, não só no sentido figurado, mas também no sentido literal. Com o passar do tempo notei que muitas pessoas que eu considero pessoas de mau coração, vivem num verdadeiro chiqueiro. Talvez se se dedicassem mais a cuidar de onde vivem, não teriam tempo pra espalhar coisas ruins :\

Estou procurando emprego ainda, mas felizmente voltei a estudar. Isto me faz me sentir útil, minha família fica feliz, meu marido também, mas no fundo no fundo, acho que minha verdadeira paixão é cuidar da minha casa. Fiquei pensando em meios de fazer este amor virar profissão, mas ainda não cheguei muito a nada concreto.

Acontece que se você vira pra sociedade e fala que não quer mais estudos e descobriu que quer ser dona de casa pra sempre, vão te julgar. Eu não me importo com o que os outros falam, mas minha família sim. E eles ainda não tem mente aberta neste sentido. Não os culpo, pois me criaram pra não depender de marido. E quero trabalhar pra poder aliviar um pouco o lado do meu marido. Mas que seria maravilhoso não precisar disto, ah, seria. Algumas mulheres reclamam de ter que pedir dinheiro ao marido, que querem ser independentes, porém, o problema não está no dinheiro e sim no marido, pois graças a Deus o meu não fica me regulando e respeita meus gostos.

Enfim, seja qual for a escolha da pessoa, tente se pôr no lugar dela antes de fazer uma pré julgamento. Se ela é feliz assim e não faz mal a ninguém, que mal pode ter? Beijinhos, Thainá.