segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Educação sexual nas escolas e o MEC

Recentemente está se falando muito sobre propostas de incluir-se Educação Sexual nos colégios públicos e isto gera um enorme falatório na internet, principalmente com MUITAS informações erradas.

Como este blog é sobre vida doméstica e muitas donas de casa e mamães acessam aqui, quero conversar com vocês sobre esse assunto.

Primeiramente, gosto de ressaltar que minha visão política não é 100% radical para um lado, embora eu me identifique mais com os ideais de esquerda. E é justamente a "esquerda" que defende que nossas crianças devam aprender na escola sobre Educação Sexual.

Entenda que eu não sou expert em nada sexual, então, maneirem nos comentários... rs. Tenho algumas dúvidas inclusive a respeito disso. No entanto, lembro que quando tinha meus 12 anos de idade, eu tive aula de Educação Sexual no colégio, por isso me espantam que esse assunto esteja em voga, eu achava que isto ainda era ensinado.

Sinceramente? Sou um pouco contra educação sexual no colégio, porque acho que isto deve ser ensinado pelos pais, MAS, nem todas as crianças tem pais presentes dentro de casa, e muitos pais também não sabem orientar seus filhos. Outros pais se sentem constrangidos de conversar sobre isso, logo, sou a favor da educação sexual nesses casos. Sendo assim, acho que seria ideal este tipo de matéria ser opcional. Os pais que são contra, simplesmente não teriam seus filhos matriculados nessas aulas, ou pais que são a favor e até precisam dessa ajudinha, teriam seus filhos matriculados. Simples, né? Mas e as crianças cujos pais nem estão presentes o suficiente pra decidir? Essas sim, precisam da educação sexual. Toda criança precisa de um referencial de família sólido, pessoas com princípios para orientá-los, e a orientação precisa vir de um adulto sério (não confundam isso com família tradicional nos moldes cristãos).

O grande problema é que tudo que vai pra internet vira alvo de boatos. Um deputado aí alega que a Educação Sexual nos colégios induz a pedofilia, é pra crianças de 5, 6 anos, induz o "homossexualismo", etc. TUDO MENTIRA!! Lembrando que a um tempo atrás foi tentando introduzir-se uma cartilha aos alunos sobre TOLERÂNCIA E RESPEITO à comunidade LGBT e os desonestos criaram a expressão "kit gay" para fazer a massa ignorante acreditar que o MEC estava tentando fazer nossas crianças "virarem" gays, quando na verdade esta cartilha apenas mostrava de forma fácil que nós devemos nos respeitar independentemente da orientação sexual. Com isso, os mesmos desavisados tem apoiado esse deputado que finge olhar pelo bem da população mas na verdade apenas exclui minorias. Esta proposta de Educação Sexual nos colégios é ótima, ainda mais se for implantada de forma opcional, mas ele deturpa até nos fazer acreditar ser prejudicial. Não acreditem em tudo que na internet, não compartilhem estes absurdos.

Abram os olhos pessoal, nem tudo que reluz é ouro. É fácil manipular uma população com discursos populistas, difícil é colocar em prática o que se diz. No caso deste deputado, não é por falta de oportunidades, já que está tanto tempo em mandato. Política não é time de futebol que você apóia independente de qualquer coisa, seja qual visão você tenha, apoie o que é certo.

Beijos, Thainá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mensagens mal educadas não serão aceitas *