segunda-feira, 25 de julho de 2016

Dona de casa é profissão? Deveria ganhar salário?

Eu sempre ouvi estes questionamentos por parte de mulheres mais velhas com quem convivo. Quando eu era mais nova sempre ouvia minha avó reclamar que deveria ganhar uma espécie de "salário" do marido pois lavava, passava e cozinhava pra ele sem pedir nada em troca, enquanto ele sempre trabalhou fora e não dividia os trabalhos domésticos. Eu, até hoje, me pergunto se isto é justo e não tenho uma opinião formada concretamente sobre isto.

Já tive a experiência de estar em casa desempregada enquanto meu marido trabalhava fora, de trabalhar fora enquanto meu marido estava em casa desempregado e atualmente nós dois trabalhamos fora mas também cuidamos da casa. Até minha mãe que sempre trabalhou fora (hoje em dia ela é aposentada) diz que independentemente de uma mulher trabalhar fora ela acaba cuidando da casa, logo, também é dona de casa. No meu entendimento isto também vale para os homens que se preocupam com seu lar (o que deveria ser, tipo assim, TODOS).

É muito difícil conciliar as tarefas  de trabalhar fora e cuidar da casa; com isto sempre achei desaforo considerar ser dona de casa profissão por alguns motivos: o primeiro deles é que a gente estuda anos numa faculdade ou em algum curso de especialização pra ser considerado profissional. Aí me vem uma pessoa que limpa, passa e se diz "profissional do lar", soa até meio ofensivo com quem se esforça tanto entre os livros e as horas de estudo. O segundo motivo é que por trabalhar fora E TAMBÉM cuidar da casa, a vida de quem só exerce o último parece muito mais fácil de quem exerce ambos. Não considerava dona de casa profissão por estes motivos acima mencionados.

Contudo alguns fatores também contribuem para acreditarmos que o cuidado exclusivo com o lar também poderia ser considerado um trabalho. E pior, um trabalho escravo.

Quando você contrata um profissional pra qualquer atividade, por exemplo, você não pode se limitar a pagá-lo com casa e comida, isto no Brasil é considerado escravidão. É comum na indústria da moda onde imigrantes bolivianos, colombianos, peruanos passam pela situação de vir para o Brasil e não tendo como se manter, aceitam tais condições. É ilegal!! Por analogia, a dona de casa não deveria se contentar com casa e comida, ela precisa de dinheiro pra ela. Desta maneira ser dona de casa deveria sim ser considerado um trabalho.

Sei que algumas mulheres que são donas de casa exclusivamente recebem mesadas do marido para que não passem pela situação de ter que pedir dinheiro e dar a satisfação de seus gastos, mas não são todas.

E vocês, acham que ser dona de casa é um trabalho como outro qualquer?

Se você gostou deste texto, curta nossa página no Facebook e acompanhe 💗⇩

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mensagens mal educadas não serão aceitas *