quarta-feira, 13 de julho de 2016

O que pode acabar com a sua família?

Noite passada a Globo surpreendeu, mais uma vez, ao trazer uma cena de um casal homossexual em momento íntimo. Conheço muitas pessoas que defendem que este tipo de coisa deveria ser banida porque seus filhos podem ser influenciados a tornarem-se gays.

Particularmente não vejo problema uma pessoa "se tornar gay" (como se isto fosse possível), e nem acho que influencie de fato, caso contrário não existiriam gays no Brasil, eis que estes sempre assistiram filmes e novelas com casais heterossexuais e não se tornam hétero. Assim, muitas pessoas também alegam que querem "acabar com a família tradicional brasileira", sendo que gays sempre existiram e famílias tradicionais não deixaram de existir por causa disto.


Mas o que realmente faz uma família acabar?

- Drogas: É inegável que o consumo de drogas ajudam muito na dissolução de núcleos familiares. Toda pessoa que depende quimicamente de um produto, em muitos momentos, fará qualquer coisa pra obtê-lo e assim colocará sua família abaixo deste vício, além dos problemas causados pela inconsciência decorrente do consumo desses produtos. Álcool, cocaína, crack e outras drogas pesadas são muito prejudiciais e podem sim acabar com uma família. Talvez seja este um dos dramas mais difíceis de se superar.

- Dinheiro: A má administração do dinheiro que entra numa família pode sim acabar com seus núcleos. Quem não conhece a história de algum casal que se separou por causa de brigas motivadas por dinheiro? Ou de pai e mãe que brigam constantemente com os filhos pelo mesmo motivo? Infelizmente, é mais comum do que pensamos e não é a quantia que geras problemas e sim o gerenciamento deste dinheiro, visto que há casos de pessoas ricas e famosas que entram em problemas por causa de grana. Ex: Cantor Belo, a atriz Luana Piovani, etc. A estas pessoas não falta dinheiro, mas faltou um bom gerenciamento.

- Promiscuidade/ Vaidade: É certo que todo mundo gosta de se sentir desejado por outras pessoas, isso faz bem ao ego, mas quando isto se torna mais importante que o bem estar familiar, pode ser um grande problema. Há pessoas que não tem intenção de trair seus parceiros, mas dão "confiança" para possíveis pretendentes somente para se sentirem queridos. Nestes casos há uma certa insegurança ou carência por parte desta pessoa que precisa constantemente da aprovação do outro pra se sentir melhor.

- Tratamento desigual em trabalhos domésticos: Hoje em dia a divisão de tarefas na casa tornou-se algo primordial para que quem a habite viva melhor. É injusto que os pais saiam pra trabalhar fora e na hora de realizar os serviços domésticos somente a mãe tenha responsabilidade. Homem não deve ajudar, homem deve DIVIDIR. Sobrecarregar a mulher com o trabalho doméstico fará se sentir cansada, talvez a faça perder a vaidade, coisas que acabam prejudicando o casamento. Fora que casais que trabalham juntos acabam se unindo mais.

- Falta de compromisso e paciência: Por mais modernos que sejamos e admitamos modelos familiares não tradicionais, uma família só dá certo quando há compromisso entre seus integrantes (de cuidar, ser parceiro, poder contar um com o outro) e paciência para lidar com as adversidades, pois ninguém nasce igual a ninguém.



E vocês, o que acham que pode de fato destruir uma família?

2 comentários:

  1. Tantas coisas preocupantes no mundo e as pessoas querem tretar com a vida amorosa dos outros. Triste.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente hehe... viu o tanto de comentário homofóbico lá na página? vergonha desses seguidores kkkkk

      Excluir

Mensagens mal educadas não serão aceitas *