domingo, 10 de julho de 2016

Paixão por nostalgia

Esses dias estava assistindo um filme cujo roteiro é bem fraco, mas compartilha de uma lição interessante.

O filme "Meia noite em Paris" conta a história de um cara que vai com sua noiva para França, e por lá quer viver como em tempos antigos, fazer aqueles passeios clichês, viver uma experiência que lhe faça se sentir na Paris dos anos 20.

Não vou contar mais sobre o filme porque não quero liberar spoiler, porém, uma coisa citada neste longa é que nós sempre tendemos a nos apegar a momentos passados e acreditar que somente neles a felicidade era plena.

Uma coisa bem comum que acontece comigo e com muitas pessoas que conheço é olhar uma foto antiga e se lamentar por não ter aproveitado aquele momento de um jeito diferente ou de um jeito mais intenso. Também acontece comigo de ver fotografias do passado e achar que eu estava jovem e bonita, mas usar a memória pra lembrar que naqueles momentos eu não me sentia tão bem assim.

Acho isto muito triste porque parece que não valorizamos o momento no passado e nem estamos valorizando no presente. A gente se lamenta ao olhar pra trás e acha que nunca será novamente gostoso hoje em dia. Aí passam-se os anos e a sensação ocorre novamente.

Quero tentar curtir mais o presente e incentivar outras pessoas a fazerem o mesmo pois a vida passa muito rápido. Não sou do tipo de pessoa que cultiva arrependimentos pesados, mas não quero cultivar nenhum mesmo, independentemente de qual seja sua carga. Todos os dias são ótimos dias pra criarmos novos caminhos e assim, futuramente, novas lembranças.

Beijos, Thainá.

Um comentário:

  1. ah se eu pudesse voltar no tempo...mas hj quero sim viver uma vida melhor, curtir as coisas que tenho e ser grata por elas.Gosto de rever velhas fotos elas me contam sobre quem eu fui um dia mas isso não me entristece, só bate uma saudade! Mas concordo com vc, vamos viver a vida pois passa muito rápido.Bjs thainá

    ResponderExcluir

Mensagens mal educadas não serão aceitas *