sábado, 3 de setembro de 2016

10 provas de que não existe educação/ doutrinação marxista na nossa sociedade

Uma vez uma amiga cristã postou assim: É impossível ser cristão e marxista ao mesmo tempo. Apesar de não gostar de limitar ninguém, concordo um pouco com ela. O cristianismo é uma doutrina que em muitos aspectos se diferencia do marxismo/ socialismo.

Parlamentares cristãos acusam nosso sistema educacional de doutrinar as crianças e assim surgiu o projeto de lei "Escola sem partido", que comentei na postagem anterior. Mas vamos a realidade:

  • Quando uma criança nasce, uma das primeiras coisas a se sugerirem é um batizado. O bebê que nada entende já é doutrinado a ser cristão, muitas vezes os pais nem sendo. Se você não quiser batizar seu filho, já começa o praguejamento por parte de parentes e conhecidos, como se a felicidade fosse exclusividade dos cristãos;
  • Quando a criança fica mais velha, é comum enfurná-la na igreja e em escolinhas dominicais, pra fazer primeira comunhão, crisma, ou qualquer outro rito de igreja católica ou evangélica: eles parecem gado, apenas obedecem, nunca questionam;
  • Ser ateu na nossa sociedade é alvo de repressão, experimente dizer que não acredita em deus em qualquer ambiente que seja, sempre vai ter um pra te criticar ou tentar te converter;
  • Pais que sejam umbandistas, candomblecistas, kardecistas ou qualquer outra religião de raiz africana, indígena, islâmica, ensinando dogmas aos filhos são alvo fácil de críticas: leve seu filho pequeno num terreiro e deixe conhecidos saberem, sempre vai ter um pra criticar, sempre!!!
  • Quando a gente é criança, é doutrinado a acreditar que devemos estudar e nos casar, monogamicamente, nos moldes cristãos. Qualquer coisa fora disto é mal visto, é pecado. Nossas leis constitucionais foram moldadas a partir disto: acreditar na laicidade do estado é ilusão, tente praticar bigamia por exemplo. Pegue nosso ordenamento jurídico e analise-o ponto a ponto e perceba suas raízes: a lei sempre serve a algum tipo de interesse e não é marxista;
  • Você chega a repartições públicas, há crucifixos nas paredes, quadros de santos, imagens... você vai num aniversário, sempre tem alguém pra orar na hora dos parabéns, e cresce aprendendo a pedir "a benção" a seus pais, tios e avós;
  • Você estuda e se forma, entrando no mercado de trabalho sempre disposto a fazer tudo pelo seu patrão. Se você questiona-o, é considerado rebelde, e humilhações, explorações e abusos por conta do chefe são vistos como fortalecedores de caráter. Além disto, trabalhamos sob constante ameaça de demissão. Se nossa sociedade fosse de fato marxista, o poder estaria concentrado nas mãos dos trabalhadores;
  • Você é estimulado a vida inteira a consumir bens materiais, a acreditar em meritocracia, a entender que seu sucesso só depende de seu esforço, ignorando totalmente o ambiente em que se encontra. Qualquer tipo de assistencialismo é visto como "bolsa-esmola", aspectos fortes no capital;
  • Você vê na TV imagens, aspectos, filmes, cultura americana e cresce acreditando que os USA é modelo de perfeição: seja no padrão de beleza estético, comportamental, tudo!! Americanos (e europeus) estão acima do bem e do mal e o capitalismo é lindo!! Pergunte a qualquer pessoa a seu redor sobre comunismo e muitos dizem que a foice e o martelo são "símbolos de tortura" huahahaha;
  • Todo nosso ordenamento jurídico obedece a uma cultura ocidental-cristã e qualquer aspecto diferente disto é visto como ruim. Muitos acreditam que islamismo = terrorismo, religiões de matriz africana é = pecado e sexo = pecado... De fato, há uma doutrinação... e ela é cristã!!

Diante de todos estes fatos fica impossível dizer que vivemos numa ditadura comunista. Primeiramente procurem saber o que de fato é socialismo e comunismo. Beijos, Thainá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mensagens mal educadas não serão aceitas *