terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Como vender doces e salgados (na rua)? Vida de Doceira #10

Aqui no blog e no Canal do Youtube Blog Detalhes eu gosto de dividir dicas de receitas e também experiências na venda de doces e salgados. Uma das coisas que meus inscritos mais comentam é sobre a insegurança de se sair pra vender doces e salgados nas ruas, oferecer às pessoas e a revendedores.

Muitos sentem vergonha de oferecer com medo de serem chatos mas também há a questão do orgulho. Devemos sempre superar esses problemas pois vender doces é algo digno e respeitável. Confira no vídeo abaixo dicas pra superar essa encanação!!


Espero que tenham gostado do vídeo e da mensagem nele contida. Organize-se para começar vender doces em 2017 e tenha um ano repleto de prosperidade 💖💗


Se você gostou do vídeo, inscreva-se no nosso canal!!

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Como identificar "amizades" tóxicas?

Outro dia li uma postagem muito boa no Blog da Mariana Rodrigues, Aquela Mari, sobre "amizades" abusivas. É comum lermos (principalmente em páginas feministas) sobre relacionamentos abusivos, homens agressores para com suas esposas, mas pouco se fala de amizades abusivas.

Acredito que quase todo mundo já passou pela situação de conviver com alguém que achava ser um amigo mas não era. São pessoas que fingem gostar de você, fingem te apoiar, mas na primeira oportunidade te faz pensar não ser uma pessoa boa pra ser amada, te fazem duvidar de si mesma, adoram jogar um balde de água fria nos teus planos.

Amizades Abusivas
Amizade abusiva é assim: Você está perto da pessoa mas se sente só :(

Uso até aspas na palavra "amigo" pois amigo de verdade não é assim. Logo então me pergunto: Qual o propósito destas pessoas? Se elas não gostam da gente, por que se mantém tão próximas? Isto não é um "não gostar", é um querer ser igual, ou seja, invejar. Como ela vai te imitar no dia a dia se não manter-se por perto?

Existe outro ponto importante sobre este assunto é a nossa dependência para com esta pessoa. Nós sabemos que elas nos fazem mas mesmo assim ainda permitimos sua presença nas nossas vidas e muitas vezes não sabemos porquê. Isto ocorre pelo mesmo motivo que se mantém um casamento fracassado: comodidade. É mais fácil pra gente empurrar este problema com a barriga e fingir que não existe do que realmente esclarece-la, afinal, mais fácil ainda do que no casamento, na "amizade" não precisamos vivenciar todos os dias.

Então, o que costuma fazer um "amigo" abusivo:

  • Só te procura pra pedir favores, dinheiro emprestado, coisas para os filhos dele, pedir roupas, bolsas, tudo emprestado. As vezes recusa se você pede também, e quase sempre não se dá ao trabalho de retornar a sua casa pra devolver: você que é o responsável por buscar;
  • Te compara com outros amigos, com outras pessoas, com seus conhecidos em comum;
  • Intrometesse na educação que você dá a seus filhos sendo que muitas vezes a que elx pratica não é exemplar;
  • Ressalta seus "defeitos" físicos, dizendo que você está gordinha, muito magra, sem bunda, com os seios caídos e no final ainda diz "Ah mas você é lindaaa"... Somente pra amenizar;
  • Zomba de seus planos somente pra te fazer se sentir mal, ressaltando o que pode dar errado ao invés de simplesmente apoiar e/ ou oferecer soluções nos momentos difíceis;
  • Se faz de muito amigx do seu cônjuge, fingindo conter soluções para seus problemas amorosos como se elx fosse um amante fervorosx e apaixonadx;
  • Fala mal da aparência de seus filhos criando piadinhas e no final ainda complementa: "Ah, mas eles tem uma beleza 'exótica';
  • Dá palpites sobre a aparência de sua casa sugerindo obras, reparos e decorações, como se você fosse uma pessoa relaxada e de mau gosto;
  • Ressalta uma suposta "irresponsabilidade" sua como se você fosse alguém preguiçosx, desleixado e/ou pouco estudado: "_Ahhh, você ainda está desempregado???" Ainda te cobra ações como se fosse responsável pelo seu sustento: "_Mas você tem enviado currículo??"
  • Essa pessoa chega na sua casa abrindo a geladeira, mexendo nas panelas, não avisa quando aparecerá, e ainda leva visitas pra atrapalhar mais ainda;
  • Essa pessoa chega numa festa sua e leva um bando de pessoas que você nunca viu na vida;

Amizades abusivas

Enfim, estes são somente exemplos do que uma amizade abusiva é capaz. Com certeza você já passou pela situação de viver alguma coisa citada acima, porém, um caso isolado não é o suficiente pra definir uma amizade abusiva, a sucessão de acontecimentos e a reincidência sim. Tome cuidado!!

Se você gostou deste texto, curta nossa página no Facebook e acompanhe 💗⇩

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Recebidos: Supra Alimentos

A empresa Supra Alimentos nos enviou pra resenhar aqui no Blog alguns produtos que eu curto demais!! Sei que temperos industrializados não são 100% saudáveis mas usando com moderação não há mal algum.

Mostrei nesse vídeo abaixo os que enviaram e ainda comentei sobre os que já conheço, pois são muito amor 💗💖



Conheça as redes sociais da Supra Alimentos:

www.supraalimentos.com.br
www.facebook.com/supraalimentos


Se você gostou do vídeo, inscreva-se no nosso canal pra nos ajudar com seu incentivo 😊

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

E a faculdade? Fim do primeiro semestre

Se você está chegando aqui agora, deixa eu explicar. Sou formada na faculdade de Direito ⚖ que ingressei aos 18 anos. Na época foi apenas para satisfazer uma preocupação dos meus pais pois eu não sabia de fato o que cursar. Em meados do curso notei que não gostava muito e fui empurrando com a barriga até me formar. Não foi uma graduação excelente mas deu pra aprender bastante coisas. 

Desde então eu tentava me encontrar em várias coisas, até pro exterior eu fui (veja os posts sobre a Vida de Au pair), até chegar ao ponto de me matricular na Faculdade de História, que estou cursando no momento.

É muito difícil iniciar uma graduação após estar casada e/ou com filhos. Quando a gente não tem opção de "não trabalhar" é muito ruim conciliar estudos e emprego. Atualmente vendo doces e salgados (como muitos do Youtube sabem) e isso me ajuda pois eu consigo adaptar meus horários à faculdade.

Fiz uma postagem assim que entrei na faculdade dizendo que, não importa se é filhos, maridos, problemas de saúde e/ ou trabalho. O que mais atrapalha a gente iniciar um curso ou graduação são nossos pensamentos. Quanto mais a gente pensa mais a gente adia, sou super a favor de se jogar mesmo tendo medo. Sei que existem fatores que dificultam isto mas muitas vezes a vida nos mostras um caminho quando já estamos trilhando.

Hoje fiz minha última prova e posso dizer que tive um semestre excelente 😃 Mesmo tendo mais dificuldades que na época que morei com meus pais, hoje faço algo que gosto e tem uma super diferença nesse ponto. Consegui acordar cedo sem muitos dramas, frequentar todas as aulas e ter a matéria em dia, prestar atenção quase que 100% nas aulas e assim obtive êxito. O fato de ser uma segunda graduação também ajudou muito pois já me conheço e sei as melhores maneiras de estudar.

Então, se você quer iniciar uma graduação depois de "velha" (isso é modo de dizer) não pense muito. Também procure se informar como é o dia a dia da profissão escolhida e sobre as disciplinas cursadas pra ver se pelo menos rola uma identificação. Também veja vídeos e leia sobre métodos de estudos e concentração (eu, por exemplo, faço resumos) e matricule-se. Comece 2017 realizando esse sonho 💗💘